Archive for julho, 2012

13/07/2012

Concurso UNIFAP (AP)

A Universidade Federal do Amapá (UNIFAP) torna pública a realização de Concurso no qual há uma vaga para o cargo de Arquivista, cuja remuneração corresponde a R$ 2.989,33 para 40 horas semanais.

As inscrições podem ser realizadas entre os dias 01 e 30 de agosto de 2012, através do site www.unifap.br/depsec. A taxa para nível superior é de R$ 85,00. Haverá somente prova objetiva que será aplicada na cidade de Macapá (AP), para todos os cargos, no dia 30 de setembro de 2012.

Anúncios
13/07/2012

Concurso CONAB

A Companhia Nacional de Abastecimento (CONAB) torna pública a realização de Concurso Público para provimento de diversas vagas, entre elas há 02 para o cargo de Arquivista, cuja remuneração corresponde a R$ 4.578,70 para 44 horas semanais.

As inscrições podem ser realizadas até o dia 02 de agosto, através do site do IADES. A taxa para nível superior é de R$ 46,00. Haverá prova objetiva e discursiva que será realizada no dia 16 de setembro de 2012. As vagas são para lotação prioritária nas unidades da Conab em Brasília(DF) e o regime de contratação é CLT.

11/07/2012

Entra em vigor Lei de documentos eletrônicos

A Lei nº 12.682, de 09 de julho de 2012, que dispõe sobre a elaboração e o arquivamento de documentos em meios eletromagnéticos entrou em vigor nesta terça-feira (10/07).

A nova lei prevê a digitalização, o armazenamento em meio eletrônico, óptico ou equivalente e a reprodução de documentos públicos. Dispõe sobre a assinatura digital, a proteção de acesso, uso, alteração, reprodução e destruição não autorizados de documentos e determina que instituições públicas e privadas adotem sistemas de indexação que possibilitem a localização de documentos em meio eletrônico. Conforme a norma, os registros públicos originais, ainda que digitalizados, deverão ser preservados.

O Projeto de Lei que deu origem a Lei nº 12.682 atribuía aos documentos digitais o mesmo valor jurídico conferido aos documentos microfilmados, contudo, este artigo foi vetado. O projeto de Lei, que não era dos melhores, recebeu veto  em seus principais artigos e a lei sancionada não traz absolutamente nada de novo para o tratamento do documento eletrônico (no nosso entendimento). O Congresso Nacional apreciará os vetos em 30 dias e poderá decidir pela manutenção ou não dos mesmos.

10/07/2012

I Simpósio Nacional de Crítica Genética e Arquivologia

O I Simpósio Nacional de Crítica Genética e Arquivologia será realizado entre os dias 13 a 15 de agosto de 2012, na Universidade Estadual do Piauí – UESPI, em Teresina.

O Simpósio tem por objetivo geral proporcionar em âmbito nacional a discussão e o intercâmbio de experiências entre grupos de pesquisadores, professores e estudantes da área da crítica genética e arquivologia, mais especificamente da área dos estudos da criação literária e patrimônio cultural, visando à melhoria da formação continuada destes sujeitos.

A crítica genética estuda, desde a década de 1960, as influências que atingiram um artista para gerar determinada obra. Conforme Cecília Salles de Almeida, a Crítica Genética nasce da constatação de que uma obra literária é resultado de um trabalho que passa por transformações progressivas.

Saiba mais sobre o evento aqui

08/07/2012

O Brasil mais digital

O Índice Brasil de Cidades Digitais 2012 mostra uma evolução no nível de digitalização das cidades, mas também aponta as limitações da banda larga e seu impacto no Norte e Nordeste do país.

Em um ano houve um expressivo avanço no país no nível de digitalização das cidades, com um aumento médio de 22% na pontuação do Índice Brasil de Cidades Digitais entre a edição de 2011 e a de 2012, considerando os municípios que participaram das duas etapas. Com esse avanço, 35% dos municípios passaram para um nível superior em relação ao ano passado. Enquanto no primeiro levantamento, divulgado em junho de 2011, apenas quatro municípios se encontravam no nível três, de Serviços Eletrônicos, a edição deste ano mostra que 30 municípios já alcançaram esse estágio, ou seja, oferecem uma boa cobertura para acesso público, onde a população pode usufruir de alguns serviços (públicos e privados) em ambiente virtual.

Leia na íntegra no Wireless Mundi